Skip to content

Estes tempos estão para disparates!

2011/04/21

Parecem tempos de fim de mundo, em que aparecem profetas da desgraça, milenaristas (pode-se sempre rearranjar o calendário), salvadores nobres e outros que tais.

Otelo Saraiva de Carvalho é credor (mesmo descontado os muitos disparates em que se meteu) da nossa gratidão pelo seu papel importante no 25 de Abril. Mas a que propósito é que Otelo fala como se fosse o “proprietário” do 25 de Abril, e logo para dizer uma enormidade tal como, a propósito da crise actual que, “se soubesse que ia dar nisto não teria feito a revolução”? Não teria? Pois outros a fariam, estas coisas nunca estão dependentes de uma pessoa. E depois, o que é que isso quer dizer exactamente, no pensamento de Otelo? Que era preferível deixar o regime do Estado Novo tal como estava, o que era melhor que “isto”? Talvez que um elemento para a resposta esteja numa afirmação de Otelo citada pelo Jornal de Negócios :”Precisávamos de um homem com a inteligência e a honestidade do ponto de vista de Salazar”, acrescentando que o antigo ditador era um “crânio”. Suponhamos que sim (pelo menos fomos martelados com isso durante 48 anos, e estas coisas marteladas durante tanto tempo…), quer isso dizer que esquecemos a democracia e o que a democracia conseguiu em termos de indicadores e de cobertura de saúde e educação, em termos de condições de trabalho, etc. etc., tudo questões que nunca preocuparam o crânio durante as décadas em que esteve na cadeira até que esta se cansou.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: