Skip to content

Engatou ou não a beldade búlgara?

2008/08/25

Essa é que é a grande questão: com esta canção do bandido, João Carlos Espada engatou ou não a beldade búlgara?

No Expresso de 2008.08.23:

Um dos mais difíceis temas de Verão é o da influência da temperatura no código de vestuário. O assunto terá perdido alguma premência com a nova moda masculina de prescindir da gravata – uma tendência entusiasticamente promovida pelo actual Presidente do Irão, cujo nome me escapa. Mas a gravidade do tema está ainda presente nalguns sectores.

É o caso do Oxford & Cambridge Club, em Londres. Todos os anos
a «newsletter» de Julho inclui uma nota sobre o calor e o traje.
Recorda ela, basicamente, que as altas temperaturas não anulam o «dress
code» do Clube, embora algumas atenuantes sejam concedidas. Estas
incluem a não obrigatoriedade de gravata até às 11 da manhã, aos dias
de semana, e ate as 18h, nos fins-de-semana. Mas o casaco continua a
ser obrigatório a todas as horas, a menos que um dístico à entrada, nos
dias mais quentes, assim o anuncie.


(…)

Tendo lido esta nota numa manhã de lazer, decidi promover um
inquérito sobre o tema. No balcão do bar, interroguei o velho
empregado, um imigrante grego há décadas instalado nesta área do Clube.
O bom homem pareceu surpreendido com a minha pergunta sobre a razão de
ser do «dress code». O assunto parecia-lhe óbvio: «Este é um
‘gentlemen’s club’, sir».


(…)

Interroguei em seguida a jovem beldade que se encontrava na
recepção do clube, logo à entrada do 71 Pall Mall. Chegara há uns meses
da Bulgária, e gostava imenso de Londres, assim como de trabalhar no
clube. Código de vestuário? É claro, disse-me ela, trata-se de um
‘gentlemen’s club’. E eu concluí, já instruído pelo grego do bar: se
não tivesse código de vestuário, deixaria de ser um ‘gentlemen’s club’?
Ela envolveu-me num amplo sorriso: «Esse é exactamente o ponto, sir. É
como dar gorjeta: não pode dar gorjeta aos empregados, nem estes podem
aceitá-la, num ‘gentlemen’s club’». Finalmente, com um novo sorriso
envolvente, rematou: «Eu realmente adoro este vosso clube. Devíamos ter
clubes destes, na Bulgária. Mesmo assim, eu preferiria Londres».

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: