Skip to content

A ler outros blogues: sobre a ingenuidade e a presunção da má-fé

2008/03/7

quase em português

quase em português

#
Lutz Brückelmann

7.3.08
O princípio da presunção da má fé

A indignação sobre as diligências da PSP para prever a adesão à greve dos professores é exemplar para o gosto que se tem aqui pelas teorias de conspiração.

Impensável que os polícias só fizeram o seu trabalho, assegurar a ordem pública e a segurança no dia das manifestações. Não, só um ingénuo ou um aliado da conspiração do governo pode ignorar ou fingir ignorar que se trata de uma manobra de intimidação, senão pior, de uma preparação para dificultar a manifestação ou até de retaliações futuras.

O pior insulto que se teme em Portugal é ser chamado ingénuo. Mal! Eu sou um adepto militante da ingenuidade. De levar as coisas pelo que pretendem ser e o que devem ser. Se depois não o são – então sim, é hora para responder, lutar. Mas antes ignoro intimidações, mesmo se tiver razões para suspeitar que foram intencionais.
Intimidação só há para quem se deixa intimidar.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: