Skip to content

A surpresa Marques Mendes

2005/05/5

Tenho a impressão que nunca neste blog elogiei um dirigente do PSD. Aliás acho que nunca elogiei qualquer líder partidário, dentro ou fora da minha área política (para que conste, esquerda).
Mas acho que em qualquer democracia é tão importante uma maioria responsável e competente como uma oposição responsável e competente.
Marques Mendes parece querer pôr ordem no seu partido, e pôr na ordem os exemplos mais nocivos da deriva populista que levou o PSD à sua situação actual. Primeiro, ao afastar Santana Lopes da corrida à presidência da Câmara Municipal de Lisboa. Depois, ao fazer o mesmo a Isaltino de Morais (em tempos apontado como o "autarca modelo" do PSD) relativamente a Oeiras. E hoje leio que Valentim Loureiro vai pelo mesmo caminho.
Será que essa postura de coragem irá ao ponto de afrontar o inenarrável Jardim, relativamente à limitação de mandatos de cargos executivos? Ou continuará a direcção do PSD refém do soba da Madeira?

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: