Skip to content

Israel/Palestina – a esperança é a última a morrer?

2005/02/9

O acordo alcançado entre o Estado de Israel e a Autoridade Palestina veio de novo alimentar a esperança na resolução do conflito. Esperemos que sim, mas convém não esquecer as outras luzes de esperança que logo se apagaram, e igualmente os escolhos que não deixarão de se colocar à frente do processo.

Do lado palestino, a posição de algumas formações mais extremistas, sobretudo do Hamas, mas não só, será crucial. Estarão dispostas a dar uma oportunidade à paz, e à consolidação de um verdadeiro Estado palestino? Estarão os palestinos dispostos a abdicar de algumas exigências, como a do retorno dos refugiados, ou pelo menos a deixar a sua discussão para mais tarde?

Do lado israelita, qual será a posição quanto aos colonatos (não apenas em Gaza, mas também na Cisjordânia), e ao muro que inviabiliza a continuidade geográfica da Palestina? A promessa de libertação de 900 prisioneiros é um bom começo, mas os judeus mais ortodoxos não abdicarão facilmente do Grande Israel e dos colonatos.

Esperemos para ver o que nos reservam os próximos dias.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: