Skip to content

Dia negro (esperemos que não tanto…)

2004/11/3

A esta hora, e embora ainda faltem os resultados definitivos de alguns Estados (entre eles o Ohio, que por si só pode resolver tudo para um lado ou para o outro), tudo aponta para que Bush Jr. venha a suceder a si próprio como Presidente dos Estados Unidos, desta vez sem chapeladas e com uma grande margem no voto popular.
Se tal se confirmar, e dada a sua prática nos últimos quatro anos, não se auguram bons tempos para os próximos quatro anos para o mundo em geral, nos mais diversos campos, da segurança à economia, do ambiente ao direito internacional. A não ser que algo de muito extraordinário aconteçaa, como uma visão ou outra coisa qualquer. Mas o facto de ser um segundo mandato, sem preocupações quanto às próximas eleições, pode igualmente apontar para um acentuar da arrogância e unilateralismo que caracterizaram o primeiro mandato.
A ver vamos.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: