Skip to content

2004/09/27

A trapalhada em que se transformou o processo de colocao de professores tem dado origem a muitas intervenes, artigos, pedidos de demisso, etc. De tudo isso temos tido ampla divulgao nos meios de comunicao. matria importante, que politicamente no atinge apenas o governo actual, mas todos os anteriores que no deram soluo satisfatria ao problema.

Mas igualmente importante a discusso paralela que se desenrola na web, sobre o referido concurso e as teorias da computao matemtica, nomeadamente se o problema em apreo (a colocao dos professores segundo critrios optimos e respeitando o que a respectiva regulamentao e legislao impem) matematicamente possvel ou exequvel, e em caso afirmativo, se o em tempo til. Questes como teoria da complexidade, teorema de Godel e indecidibilidade, problemas de tipo P ou NP: um grande nmero de pessoas com conhecimento profundo destas questes (embora nem sempre, e por razes aceitveis, conhecedores das regras do concurso, e sobretudo da forma como se processou a transmisso de informao aos programadores da aplicao, bem como de que forma estes abordaram o problema) tem apresentado na web, sobretudo em blogues, contributos importantes que, como sub-produto de um fracasso, enriquecem o debate em reas em que ele normalmente se processa em circuito fechado. Citamos a ttulo de exemplo as cartas de leitores que Pacheco Pereira tem publicado no Abrupto, sob o ttulo genrico O ABRUPTO FEITO PELOS SEUS LEITORES: COM OS DEDOS OU COM AS MOS.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: