Skip to content

Olmpicos

2004/08/19

Sempre me insurgi quando, a propsito de Jogos Olmpicos ou de Campeonatos europeus ou mundiais, a nossa imprensa e alguns comentadores comeam logo a falar de medalhas e de ttulos. Como se “os nossos” fossem sempre os melhores e “os outros” apenas l fossem fazer nmero.

Claro que “os nossos”, consoante a modalidade, podem em dado momento encontrar-se entre os melhores. Acontece em certas disciplinas do atletismo, da vela, do tiro, do judo, do hipismo, e pouco mais (o hquei em patins no modalidade olmpica, como se sabe embora se no compreenda, vistas outras que o so sem se saber porqu). E acontece no futebol, claro, onde mantemos sempre um certo nvel competitivo (embora na maioria das vezes no to grande como nos querem fazer crer).

Mas mesmo nestes casos, qualquer ignorante sabe que as medalhas nunca so favas contadas, so pessoas e no mquinas que esto a competir, qualquer coisa pode correr menos bem – ou mesmo mal – e alm disso os adversrios tambm esto l a concorrer ao mesmo.

O que se pode e deve exigir que os atletas se entreguem ao mximo, que no desprezem os adversrios, que faam por conseguir o melhor possvel. E o melhor possvel, se atingido pode ser ganhar a prova, se formos superiores aos outros. Mas pode ser tambm um determinado objectivo (por exemplo, melhorar uma marca pessoal, melhorar um recorde nacional, a passagem a outra fase da prova).
E h aquele mnimo dos mnimos que deve sempre ser atingido, qualquer que seja o resultado desportivo: um comportamento civilizado, a aceitao do resultado e as felicitaes aos adversrios e juzes.

Nos Olmpicos de Atenas temos assistido a um pouco de tudo isto. At tivemos a grata surpresa de logo no primeiro dia ganharmos uma medalha de prata de que ningum estava espera, a de Srgio Paulinho na prova de ciclismo em estrada. No plo oposto, tivemos o desempenho medocre da seleco olmpica de futebol e o comportamento inadmissvel de alguns dos seus jogadores, e, por omisso de condenao, dos seus responsveis.

Mas os jogos ainda vo na primeira semana. No exijo medalhas a ningum, apenas peo que a representao portuguesa nesta olimpada no venha a ser recordada apenas pelos feitos da seleco de futebol.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: