Skip to content

CTT – não confie no seu correio

2004/06/24

A propósito de um post de hoje, de masson, no Almocreve das Petas, sobre a ineficiência e falta de fiabilidade crescentes dos Correios de Portugal, venho-me juntar ao coro de vozes indignadas.

Não foi assim há muito tempo que ainda se podia confiar no serviço dos CTT. Era um serviço público que prestava um serviço público. Depois veio a moda da empresarialização, confundida com a maximização do lucro e não com a melhoria da eficiência. E acabou-se a primazia de servir o público.

Sobretudo nos últimos meses o serviço tem-se degradado de uma forma alarmante, pelo menos na zona de Oeiras, mas, pelo que vou sabendo, na generalidade da àrea servida pelos CTT.
Cartas que não chegam ao destinatário (enviadas ou recebidas), contas que chegam depois da data limite de pagamento, cartas bem endereçadas que vão primeiro parar aos outros moradores do meu bairro, que depois prestimosamente mas põem na minha caixa (e vice-versa). A última passou-se no último mês: um pagamento por cheque a uma instituição, com registo e aviso de recepção; dois dias depois recebi o recibo da instituição; o aviso de recepção chegou mais de uma semana depois!

Será que os gestores dos CTT querem mesmo que a imagem da empresa se degrade assim tanto, que em vez de corrigirem as deficiências nos apresentam anúncios de carteiros eficientes e trabalhando em equipa para Euro 2004 ver nas televisões?

One Comment
  1. 2004/06/24 3:57 pm

    v-se l entender…
    aqui, ainda por cima, ganham comisso sobre o que vendem, ento ao pedir um selo, tentam vender postais, canecas do euro, por chaves…
    a “bela” imagem da instituio!

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: