Skip to content

Ausncias

2004/06/2

Ao voltar Sanzala Global verifico que estive mais de um ms sem colocar qualquer post.
Foram razes vrias, que no so para aqui chamadas, mas nenhuma delas tem a ver com falta de temas.

Por exemplo, o post anterior tinha a ver com a mercenarizao da guerra, o que poderia parecer um qualificativo exagerado.

Mas um dos acontecimentos que marcou este perodo de ausncia foi a publicizao das fotos com os inqualificveis actos de tortura praticados na priso de Abu Ghraib, no Iraque. Era a priso onde Saddam torturava os seus adversrios ou os populares que no se mostrassem suficientemente submissos (era uma delas, pelo menos, ao que dizem a principal).

Mas eis que surgem as fotos, mostrando que os democratas e libertadores afinal tambm sabem fazer aquelas coisas, e com um sorriso nos lbios.
Muito j se falou sobre este assunto, pelo que apenas deixo umas notas.

A administrao americana mostrou-se muito indignada, querendo passar para a opinio pblica que se tratava de um caso isolado. Informaes posteriores motram que, pelo contrrio, se trata de um padro, testado e praticado em Guantnamo, no Afganisto, e em outras prises no Iraque. E ao que parece nos prprios EUA. Bush e Rumsfeld, nas toscas explicaes que deram, no apenas no pediram desculpa como pareciam mais preocupados com as fotografias do que com os actos em si (a que chamaram abusos, e no tortura).

Os “bushistas” portugueses sempre de servio vieram lembrar o Relatrio das Sevcias dos tempos do PREC (afinal sempre se pode apresentar contra-exemplos…), e que a diferena das democracias era que estes casos eram investigados e julgados (sero? ou apenas os que se tornam incmodos com a revelao de fotografias e vdeos? no Senado americano foram mostradas muitas mais fotografias e vdeos – que deixaram alguns senadores altamente indispostos, pela sua crueldade e crueza-, e no h notcia de novos inquritos e julgamentos; alm de que para os prisioneiros mortos, torturados e humilhados isso no os deve confortar).

Para finalizar, o que liga este post ao anterior e velho de mais de um ms: alguns dos interrogadores/torturadores no so militares, nem da CIA ou dos servios secretos, so privados, de companhias especializadas!!!
Nada como o mercado livre e desregulado…

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: