Skip to content

Aziz falou

2003/11/5

Se no tivessemos lido e ouvido muito pior durante a fase que antecedeu a guerra anglo-americana contra o Iraque, ainda ficaramos espantados. Mas a nica surpresa, para os mais ingnuos, a falta de vergonha que revelam certos editorialistas, cujos artigos, lidos isoladamente, nos poderiam levar a pensar que eles so capazes do melhor e do pior.
Vem isto a propsito do editorial de Jos Manuel Fernandes no Pblico de hoje, 5 de Novembro, sob o nietscheziano ttulo “Assim falou Aziz”.
O Aziz em questo o antigo Ministro dos Negcios Estrangeiros e ex vice-Primeiro Ministro do regime de Saddam Hussein, que se encontra prisioneiro das foras ocupantes e sujeito a interrogatrios, sem que se saiba qual o seu estatuto exacto. E o que falou Aziz que tanto escandalizou JMF? Pois que Saddam teria recebido da Frana e da Rssia garantias de que inviabilizariam/impediriam a guerra, no limite atravs de vetos no Conselho de Segurana. JMF considera a notcia “altamente perturbadora” (a guerra do Iraque tem posto prova a extrema sensibilidade de JMF, como nos lembramos da sua lgrima furtiva enquanto os americanos encenavam, com os seus tanques e uns quantos figurantes iraquianos, o “25 de Abril iraquiano”…).
um facto novo que a Frana e a Rssia, entre muitos outros pases, tentaram evitar a aventura anglo-americana? Claro que no. Podiam esses (ou outros) pases garantir a algum que conseguiam evitar a guerra, utilizando expedientes legais no Conselho de Segurana? Claro que no, podiam quando muito tentar, a guerra j estava decidida h muito tempo, fossem quais fossem as resolues do Conselho de Segurana, a sua preparao j se tinha iniciado uma dcada antes.
Hoje so j aceites pela maioria como evidncias os argumentos dos que denunciavam as mentiras e as hipocrisias que americanos e britnicos procuravam apresentar como factos que justificavam a invaso e ocupao do Iraque (armas de destruio macia, ligaes al Qaeda, implicao no 11 de Setembro de 2001, etc). Em maior ou menor grau, Bush Jr. e Blair vo tendo de se defrontar com as suas opinies pblicas, parlamentos e tribunais por terem mentido aos seus povos e instituies. No que qualquer deles j tenha admitido que mentiu, assistindo-se antes a contra-ataques de propaganda e a chutar as culpas para acessores e servios de informaes. Por falar nisso, o primeiro-ministro de Portugal tambm ainda no se retratou, ele que garantiu aos portugueses que tinha claramente visto as provas “demolidoras” e assegurou a logstica da hipocritamente chamada cimeira da paz nos Aores, de onde saiu o ultimato ao Conselho de Segurana das Naes Unidas dois dias antes do incio da guerra.
Mas estes factos no so altamente perturbadores para JMF (pois se ele foi um dos seus principais porta-vozes em Portugal!). O que perturbador o facto de dois pases terem tentado evitar a guerra. JMF prefere dizer que esses dois estados “confortaram” o ditador.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: