Skip to content

Patriotismo e verdade

2003/07/31

medida que o tempo passa, o governo americano parece cada vez mais ansioso e desesperado por no se terem ainda encontrado no Iraque quaisquer provas, por tnues que sejam, dos argumentos invocados para a guerra de agresso (preventiva, para sermos liberal e politicamente correctos), excepo, claro, da natureza brutal do regime. Os problemas claro, comeam em casa, e curiosamente centram-se apenas num pequeno extracto do discurso de Bush Jr. sobre o estado da nao (a clebre informao de origem britnica sobre a compra de urnio pelo Iraque em frica, desmentida categoricamente pelo ex-chefe dos inspectores da ONU como uma falsificao grosseira), como se no tivesse havido da parte de Bush, Rumsfeld e Powell afirmaes igualmente mentirosas e chantagistas em inmeras intervenes, como se Wolfowitz no tivesse j dito, sem remorso nem vergonha, que as armas de destruio macia haviam sido escolhidas entre vrios argumentos como o mais eficaz para grangear apoio e respeitabilidade para a interveno.

Blair tambm est metido num molho de brculos pelo mesmo motivo, pela denncia da BBC e pela morte do cientista Kelly. Politicamente, parece que Blair ainda est em pior situao. Primeiro porque, se o patriotismo dos britnicos no est em causa, no gostam que se brinque com ele. A histria j mostrou do que so capazes os britnicos por patriotismo, mas so igualmente exigentes quando esse patriotismo invocado por falsas razes, por mentiras. Nos Estados Unidos o patriotismo igualmente forte, mas mais facilmente enviezado. Exiiste um autntico pnico de se ser considerado no patriota. Existe uma presso enorme dos meios de comunicao, dos patres, da vizinhana. As bandeiras americanas que se vm por toda a parte (nos edifcios, nas montras, nos carros, nas moradias, na roupa) reflectem os dois lados desse patriotismo: por um lado o orgulho genuno que tm pelo seu pas, por outro lado, no seu exagero manifesto, o receio de no parecer patriota, ou suficientemente patriota.

Da que Bush no parea muito preocupado (at porque os meios de comunicao, convenientemente, procuram saber de quem a culpa a montante dos discursos e decises presidenciais – foi o assessor de imprensa, foi o revisor, foi o FBI, foi a CIA, afinal foram os britnicos…). A ajud-lo, pelo menos por agora, est a indeciso dos democratas, que no s ainda no encontraram um candidato conveniente, como tm de andar com pzinhos de l para…. no serem acusados de falta de patriotismo.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: